28 de julho de 2021
Foto:
02/06/2021 08:52
Jucleber BIM apresenta Moção de Congratulação à produção da peça teatral “A Cartista”
Sessão Ordinária

Jucleber BIM apresenta Moção de Congratulação à produção da peça teatral “A Cartista”

O Vereador Jucleber da Silva Queiroz, popular BIM, apresentou na sessão do dia 31 de Maio, a Moção n.º 13/2021, encaminhada à equipe de produção da peça teatral “A Cartista”, pela reapresentação em formato de LIVE e pela disponibilização da gravação ao público no canal do YouTube.

Justificando, o vereador declarou que “Em tempos de isolamento social em virtude da pandemia, onde os eventos com aglomeração estão expressamente proibidos, a realização de LIVEs (transmissão ao vivo) têm sido frequentes para divulgar produtos, serviços e ideias. Temos assistido a vários tipos de eventos sendo realizados através desta técnica, especialmente shows com artistas da música, que alcançam um público muito grande.

Neste contexto, rendemos nesta noite nossas homenagens à equipe de produção da peça de teatro “A Cartista”, que na noite de 22 de maio, realizou uma live de reapresentação da peça, permitindo que o público acompanhasse de forma virtual no conforto e segurança do seu lar e ainda podendo ser assistida a qualquer momento no canal do YouTube.

A peça “A Cartista” estreou no dia 19 de setembro de 2019, em um momento que não se imaginava vivenciar a pandemia dos dias atuais. Naquela data o Centro Pedagógico e Cultural de nossa cidade foi palco da primeira apresentação deste monólogo, que encantou o público presente. A apresentação ocorreu em outras noites daquele ano, tendo em vista o sucesso de público e crítica, sendo que a classe estudantil também teve o privilégio de assistir.

A peça foi uma iniciativa da Companhia de Teatro “Sou o Que Sou”, que foi criada no ano de 2003 e resiste até os dias atuais, trazendo para o interior o melhor do teatro sul mato-grossense. A peça “A Cartista” é genuinamente aparecidense, pois foi idealizada e produzida
por artistas locais. O texto foi escrito pela professora Wadna Audiane Salles da Silva; a direção e figurino é do artista plástico Moysés Chama de Carvalho, e a atuação impecável é da atriz Conceição Aparecida de Souza Mendonça. A produção contou ainda com a música autoral da cantora Priscilla Cardoso, arranjos musical de Cleiton Music e beleza com Alice Yura.

Todos que tiveram a oportunidade de assistir à peça “A Cartista” são unânimes em afirmar o sentimento de emoção durante a sua apresentação e a grande surpresa no final do enredo, que arrancou lágrimas da plateia. Chama a atenção a história retratada na trama, assim como a atuação da atriz Conceição, que por quase uma hora se apresenta no palco, prendendo a atenção do público. Toda a produção é digna de aplauso e reconhecimento, sendo que a peça recebeu o Prêmio Edson Profeta de Teatro de Mato Grosso do Sul, através do Edital nº 014/2020 – Portaria FCMS/Nº 020/2021, em atendimento à Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020 (Lei Aldir Blanc). Com o suporte oferecido pela Lei Aldir Blanc, a peça “A Cartista” foi reapresentada no formato virtual.

Este Vereador, entendendo à importância da reapresentação da peça “A Cartista” em formato virtual, não poderia deixar de apresentar esta singela homenagem, em reconhecimento à iniciativa, que foi ofertada como mais uma oportunidade de entretenimento em dias de isolamento social em razão da pandemia”, justificou.

A Moção foi colocada em discussão e votação sendo aprovada por unanimidade de votos

Na explicação pessoal -  o vereador Jucleber BIM falou a respeito do projeto artista de nossa terra, que a prefeitura demorou, mas chegou o mês de junho onde haverá um Arraiá Taboadão que irá beneficiar parte dos nossos artistas.

Bim pediu que comece a operação tapa buracos pela vila São José e São Jerônimo, pois estão muito danificada as ruas.

Comentou também sobre a vinda ao município do Deputado Estadual Lídio Lopes, que estará colocando na rota do turismo os pontos mais bonitos de MS, onde Aparecida do Taboado estará presente com vários pontos, entre eles: a ponte rodoferroviária. Na oportunidade cobramos o portal novo de entrada do nosso estado, pois o que está lá, encontra-se todo deteriorado.

Texto/Fonte: