02 de julho de 2022
Foto:
23/02/2022 08:57
Jucleber Bim diz que o Legislativo não para de trabalhar, principalmente para o setor de saúde
Sessão Ordinária

Jucleber Bim diz que o Legislativo não para de trabalhar, principalmente para o setor de saúde

Em sua fala parabenizou a todos que realizaram a Festa no Córrego do Ouro, sendo a mesma centenária. Parabenizou o colega Carlinho que conseguiu a internet para aquela localidade.

Comentou sobre o financiamento por três meses das UTI por parte do Governo do Estado. “Mas esta Casa de Leis colocou as emendas impositivas, quase que todas para a saúde, para complementar a necessidade de utilizar no custeio das UTI, sempre olhando para a saúde do município”, declarou.

Falou que em breve será inaugurado o banco de sangue no município, que levará o nome da prima do vereador Vagner. “Hoje nossa saúde possui tomógrafo, temos raio-x, protocolos que melhoraram o atendimento do hospital, não agradando todo mundo, mas antigamente a pessoa chegava traumatizada, aí diziam vai embora. Hoje não, tudo é gerado, se tiver que sair, sai com encaminhamento pronto, sabendo o que precisa ser feito. O Legislativo tem trabalhado para equipar o hospital, com as emendas impositivas e com outras emendas de nossos deputados e senadores”, falou.

“O nosso trabalho continua, mesmo em recesso trabalhamos. Na minha viagem a Campo Grande, que estive com o presidente da Câmara, onde no Detran, tratamos sobre a melhoria na sinalização nas proximidades dos frigoríficos de frango e de peixes, os quais prometeram estar aqui para agilizar, em parceria com a Agesul”, disse.

Declarou que foi assinada a licitação do projeto para o asfalto do Jardim Redentora, através de pedido da colega Patrícia da Saúde junto ao Deputado Coronel Davi.

Citou a vinda da carreta da saúde projeto Onça Pintada do Deputado Paulo Corrêa conseguido pelo colega Carlinho Lageado.

Finalizou falando sobre o levantamento que estão realizando, “o Executivo quer solucionar o problema das águas pelas ruas quando chove, talvez não colheremos agora, mas num futuro breve os frutos serão colhidos”.

 

Texto/Fonte: