25 de fevereiro de 2020
Foto:
28/08/2019 09:54
Pastor Ronaldo Neris comenta sobre realização de Audiência Pública
Sessão Ordinária

Pastor Ronaldo Neris comenta sobre realização de Audiência Pública

Ao usar a palavra em sessão ordinária realizada no dia 26 de agosto de 2019, comentou que está havendo um debate muito grande sobre a atual concessão da Sanesul com o município de Aparecida do Taboado. “Desde 2013 são 5 milhões do PAC e até hoje a tal empresa não concluiu tais obras”.

Destacou sobre a mudança do emissário final da rede de esgoto, segundo o vereador há omissão por parte do senhor prefeito, pois essa obra já era para estar resolvida. Destacou em seu pronunciamento a realização da segunda Audiência Pública a ser realizada na noite de 27 de agosto, para tratar a respeito da concessão para a Sanesul ou não dos serviços a serem prestados para a municipalidade no setor de água e esgoto de Aparecida do Taboado.

Disse o vereador que “a população e essa Câmara estão esperando que o prefeito tome a decisão a respeito da concessão ou não para a Sanesul, pois o município não deve nada para esta empresa, desde o prédio, móveis, até uma enxada que a empresa utiliza é de propriedade do município, e o município tem pessoas capacitadas para cuidar deste setor. A prerrogativa é do prefeito, e ele precisa ser claro com a sociedade, principalmente a maneira que ele quer realizar, não ficando com esse joguinho, como está”, falou.

“Ouvindo as palavras do Vereador Gilson, o que acaba com a administração do prefeito Robinho, são as maracutáias e os esquemas feitos por ele e sua corja, muita é a corrupção. E as casas do Tia Chica I e II é do Governo Federal. Até no leite das crianças, idosos e cadeirantes foram cortados. Isso é vergonhoso, por isso que a população rejeita essa administração”, comentou.

“O financiamento que vem aí esse prefeito não pagará nenhum centavo, pois não paga nem o IPAMAT, a corrupção é que assola essa administração. As coisas que estão saindo aí é por causa desta Casa de Leis, como é o caso do esgoto na São Jerônimo, que veio através do Deputado Elizeu Dionísio. O que envergonha essa administração é asfalto novo sem inaugurar, já sendo realizado tapa buracos”, disse.

“Nossa administração sofre com a falta de obras com recursos próprios. Nunca em outras administrações tivemos a Gaeco em nossa cidade pela corrupção. Essa administração é uma vergonha. Olha a situação que está a FESAT, olha como esse prefeito vai entregar essa administração, dívida em cima de dívida. A arrecadação que o município possui era para estar tudo muito bem organizado”, comentou.

Finalizou defendendo a criação de uma estatal para cuidar da água e esgoto da cidade.

Texto/Fonte: