02 de julho de 2022
Foto:
18/04/2022 11:16
Vereador Moysés Chama declarou sobre a legalidade em alguns projetos e a falta de verbas para algumas urgências
Sessão Ordinária

Moysés Chama em suas palavras, declarou sobre a legalidade em alguns projetos e a falta de verbas para algumas urgências. “A prefeitura é como se fosse um leque, quando a secretária fala que não tem dinheiro, é porque precisa de um espaço, de profissionais, de material permanente, de reposição, e esse leque precisa ser alimentado, como a Educação, Saúde, Obras, etc. E quando diz que não tem agora, colocamos em cheque a festa. Votou a favor da festa, Márcio, mas vem aqui dizer que no Pereirão não pode fazer o campeonato do churrasco. Fico sem entender um pouco o pensamento de vocês”, declarou

“É claro que a secretária de Saúde se pudesse, abriria a agência transfusional com a maior brevidade possível, mas tenho certeza que o prefeito tem procurado os maiores esforços para que isso aconteça o mais rápido possível, e tenho certeza que essa agência será aberta. Mas não é só uma área que tem que ser atendida, tem o esporte, saúde, educação, cultura, etc. Tem o dinheiro, mas ele não pode ser gasto de forma espontânea, tem que ser divido, tem as parcelas aí nesse bolo. Acredito que o prefeito tem feito as coisas de forma clara e transparente”, finalizou.

Texto/Fonte: