19 de agosto de 2022
Foto:
15/08/2018 12:43
Vereadores aparecidenses participaram de seminário na capital;Lolozinho cobra reforma do prédio do antigo Paço Municipal e melhorias para a saúde; “Produtores querem parcelamento do ITR em duas vezes” informa Moysés Chama; Marcelo Fagundes diz que “Saúde
Sessão Ordinária

Vereadores aparecidenses participaram de seminário na capital

Na Sessão da Câmara de Aparecida do Taboado, realizada no dia 13 de agosto de 2018, sob a presidência do edil Lolozinho Bernardes e a presença unanime dos demais vereadores foram apreciadas as seguintes matérias:

Balanço geral da Prefeitura Municipal de Aparecida do Taboado do Exercício de 2008 – Processo TC2491/2009 e outros deliberação AC00 – 1831/2018, expedida no pedido de revisão-processo TC18117/2014, com parecer prévio favorável à aprovação do Balanço Geral para posterior análise e julgamento do referido parecer prévio. Esse processo se refere às últimas contas do ex-prefeito Djalma Lucas Furquim e foi colocado à disposição dos vereadores para conhecimento e posterior votação.

O vereador Alaor Bernardes da Silva Filho e outros apresentaram o Projeto de Resolução Legislativa n.º 8/2018 que dispõe “sobre a formação de Comissão de Representação e dá outras providências.” A comissão será formada pelos parlamentares José Natan, Marcelo Fagundes, Moysés Chama e Ronaldo Néris, que representaram o Poder Legislativo Municipal no Seminário de Vereadores 2018, promovido pela União das Câmaras Municipais do Estado de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, nos dias 15, 16 e 17 de agosto de 2018. O referido Projeto de Resolução foi aprovado por unanimidade de votos em regime de Urgência Especial, por requerimento apresentado pelo edil Ronaldo Néris.

Lolozinho cobra reforma do prédio do antigo Paço Municipal e melhorias para a saúde

O Vereador Lolozinho apresentou a Indicação n.º 82/2018, ao prefeito pedindo a restauração do prédio do antigo Paço Municipal, com localização na Avenida Presidente Vargas, no centro da cidade.

Em sua fala o presidente parabenizou o pessoal do Esporte pelo início da 18.ª Copa do Trabalhador, parabenizando também a todas as indústrias. Comentou a respeito da necessidade de melhorar a Saúde “é preciso correr atrás dos recursos e dos benefícios nesse setor para a nossa população” asseverou.

Disse o edil que a FESAT precisa ser desafogada e que os ESF´S precisam fazer a parte deles, porque o Pronto Socorro é para atender urgência e emergência. “Temos o aparelho de ultrassom que precisa funcionar todos os dias e não de 15 em 15 dias. Temos déficit na FESAT de mais de R$ 1.300.000,00, com R$ 400.000,00 e pouco por mês não se paga as contas, isso precisa mudar e melhorar a Saúde urgente. Das emendas impositivas, nós vereadores destinamos quase tudo para a saúde, e com esse recurso é preciso comprar o Raio-X digital e um gerador de energia” cobrou.

“Produtores querem parcelamento do ITR em duas vezes” informa Moysés Chama

O vereador Moysés Chama, usando a palavra e voltando ao assunto do ITR – Importo Territorial Rural - disse que esteve reunido com produtores e eles acham abusivos os preços praticados, mas que estão dispostos a pagar os 49% de aumento em duas parcelas “Seria mais do que justo fazer isso, acredito que seria bom para os produtores e para a Administração” ponderou.

Moyses disse que anteriormente os produtores havia proposto, o parcelamento do ITR em 5 vezes, mas o Executivo aparecidense não aceitou.

Marcelo Fagundes diz que “Saúde pede Socorro”

O Edil Marcelo Fagundes em seu discurso na Tribuna relatou “Não podemos fugir da pauta, porque a situação da Saúde no município está dando preocupações, fizemos todos os tipos de pedidos e não fomos atendidos. Vereador não tem como resolver nada, só brigamos. Vereador não contrata médicos, não compra nenhum equipamento, não compra remédios, não tem como resolver Vaga Zero, vereador apanha até falar chega e não tem como resolver nada,” desabafou.

Marcelo destacou que Aparecida do Taboado tem se resumido só em asfalto e que para a Saúde não vem nada “será que nossa cidade só precisa de asfalto?,” perguntou. Indagou “porque não fazem um financiamento de R$ 15.000.000,00 para a Saúde, como fizeram para asfalto?. Esse setor está pedindo socorro e nós vereadores não conseguimos nada. Alguma coisa tem que ser feita, fico triste por não ter forças e nem a caneta para resolver os problemas”.

O vereador continuou “espero que nessa convocação realizada pelo vereador Ronaldo Néris, o prefeito e o secretário de Saúde venham à Câmara e tragam uma solução para nossa cidade, não estou reclamando de nenhum funcionário da FESAT, mas aquela localidade precisa de estrutura para atender bem e lá e não tem” lamentou.

Zezão do PT parabeniza prefeito, secretária e funcionários da Educação

O parlamentar municipal Zezão do PT começou dizendo que é lamentável a Saúde ter chegado neste patamar, mas informou que “Já destinamos as emendas impositivas para a Saúde de nosso município, ajudando a melhorar este setor,” avisou.

O vereador comentou sobre a vinda de mais dois cursos universitários para Aparecida do Taboado (Biologia e Física), da Universidade Federal da Grande Dourados e informou que atualmente o Polo Universitário de Aparecida do Taboado possui 350 universitários. Agradeceu ao prefeito, a secretária de Educação Maria Margarida e aos servidores desta Secretaria pelo trabalho realizado nesse setor.

Andrey dos Reis destina emendas para saúde e iluminação do campinho da Vila Glória

Em seu pronunciamento o vereador Andrey dos Reis deixou claro que sabe da situação que se encontra o setor de Saúde e afirmou “Sou parceiro constante para solicitar melhorias para a Saúde, minha vontade é que este setor funcione 100% em nosso município”.

Parabenizou ao funcionário Neguinho pela entrega de mais duas pontes na Zona Rural, na Região da Mata, atendendo as propriedades dos senhores José Pedro e Marcos Roque. Disse que recebeu uma ligação de uma moradora da Rua Boiadeira, pois pessoas saem do centro da cidade e vão até lá jogar animais mortos e lixo. Pediu a fiscalização do setor competente da Prefeitura, disse estar disposto a ir junto nesta fiscalização.

Sobre a Operação Tapa Buracos disse que teve início com massa fria, mas, foi pedido a licitação de um caminhão de massa quente para tapar os buracos das avenidas. Relatou que de suas emendas impositivas, destinou R$ 60.000,00 para a Saúde e os outros R$ 60.000,00 para a iluminação do campinho da Vila Glória.

“A Saúde está lamentável em todo o Brasil” frisa vereador Gilson da Cohab

Por fim falou o edil Gilson da Cohab que iniciou afirmando que é lamentável a situação que se encontra a saúde no Brasil “É lamentável porque tudo que precisamos aqui temos que enviar os pacientes para Dourados, Campo Grande ou outros municípios do estado e muitas vezes ficam esperando vários dias, pois não conseguem a tal Vaga Zero. O que será de grande valia é esse Hospital Regional que o Governo do Estado está construindo em Três Lagoas, o mesmo será destinado para atender toda a nossa região” frisou.

Gilson relatou “É fácil vir aqui no microfone e colocar toda a culpa na precariedade da saúde nas costas do prefeito, enquanto a situação está ruim em todo o País. Isso não é culpa de vereadores e nem do prefeito, isso vem vindo errado de longas datas, quem deveria olhar pelo nosso País está em Brasília, com grandes salários, com bons planos de saúde e não estão nem aí pelos municípios”.

“Precisamos de mais união e trabalhar em conjunto para não ficar havendo comentários maldosos nas redes sociais” concluiu.

 

 

Texto/Fonte: