19 de agosto de 2022
Foto:
25/11/2020 09:44
Vereadores eleitos prestigiam a realização da 41ª Sessão Ordinária da Câmara de Aparecida do Taboado
Sessão Ordinária

Vereadores eleitos prestigiam a realização da 41ª Sessão Ordinária da Câmara de Aparecida do Taboado

Na noite de 23 de novembro de 2020, foi realizada mais uma sessão ordinária da Câmara Municipal de Aparecida do Taboado, presidida pelo vereador José Rodrigues de Matos, contando com a presença unanime dos senhores parlamentares.

Na ocasião os vereadores eleitos: Patrícia da Saúde, Gustavo Neira, Carlinhos do Lageado, Gilberto Carrapicho, Ber Galter, Jucleber Bim e Luiz Fernando (Taturana), estiveram presentes prestigiando a realização da sessão ordinária, oportunidade em que puderam tomar conhecimento de como funciona o Legislativo em dia de sessão, sendo os mesmos, oito deles vereador de primeiro mandato.

Foi apreciado o Projeto de Resolução Legislativa nº 9/2020, que dispõe sobre a participação de uma comissão representativa da Câmara de Aparecida do Taboado nos dias 25 a 27 de novembro de 2020, do seminário de Vereadores, promovido pela União das Câmara de vereadores de Mato Grosso do Sul, a ser realizado na capital Campo Grande. A Comissão de representação será composta pelos seguintes parlamentares: Marcelo Fagundes, Gilson de Barros e Andrey dos Reis. Colocado o projeto em discussão e votação, o mesmo foi aprovado por unanimidade.

Outro projeto apreciado, foi o Projeto de Lei Legislativo nº 7/2020, de autoria do vereador Pastor Ronaldo Neris de Jesus, que “dispõe sobre a proibição do município de Aparecida do Taboado de permitir ou de continuar permitindo a instalação de transmissores de radiodifusão, em imóvel público, bem como, sobre a proibição de permitir ou de continuar permitindo a utilização da torre de propriedade do município pela Fundação Stênio Congro.

Após uma grande discussão entre os vereadores, o mesmo foi votado e aprovado por maioria, votando a favor: Pastor Ronaldo, Andrey dos Reis, Lolozinho Bernardes, Marcelo Fagundes e Gilson de Barros. Contra os vereadores:  Véião, Zezão, José Natan e Moysés Chama.

Texto/Fonte: